Julio Cesar Tafforelli help you live a longer, leaner, healthy live Start your journey to SUSTAINABLE WEIGHT LOSS

melhoras de saúde

A sopa fria pode melhorar sua saúde

  • A sopa fria, que geralmente contém ingredientes crus, pode oferecer ainda mais nutrição do que a sopa quente, porque o processo de cozimento destrói as vitaminas e minerais
  • Vegetais crus, frutas e ervas são ricos em antioxidantes, que combatem os radicais livres produzidos em resposta às toxinas ambientais
  • A combinação de ingredientes como espinafre cru e gengibre quebra as membranas celulares resistentes, de modo seu sistema possa fazer uso deles imediatamente

Por Dr. Mercola

As sopas contêm várias vitaminas, minerais e micronutrientes valiosos contidos nos vegetais, frutas, nozes, ervas e especiarias que nutrem o seu corpo. A maneira perfeita de resolver o dilema da sopa no calor é fácil: sopa fria. As combinações de ingredientes frescos podem animar uma noite de petiscos e despertar sua imaginação.

As sopas frias (geralmente) incorporam vegetais crus, que podem ser cortados em cubos ou batidos no liquidificador ou processador de alimentos, sem precisar levar ao fogo. Esse é um dos aspectos mais nutritivos e práticos da sopa fria, e nossos eletrodomésticos modernos produzem o melhor “fast food” que existe.

As sopas, independentemente da temperatura, são uma forma nutritiva de preparar vegetais, porque tudo é aproveitado, ao contrário dos legumes cozidos que têm sua água escorrida em outros métodos de preparação de alimentos.

Abacate, amêndoas moídas e iogurte também vão bem como substitutos para os caldos, adicionando corpo, sabor e nutrição — a carne nem sempre é um pré-requisito. Outros ingredientes populares incluem melancia, hortelã, castanha de caju e pepino.

Sua combinação favorita pode até mudar a maneira como você arruma a mesa durante os dias de verão.

Especiarias: Será que elas ajudam a perder peso?

Os alimentos à base de plantas são muito saudáveis e, quando consumidos crus, costumam ser mais nutritivos. O mesmo vale para frutas, especiarias, ervas e castanhas, a maioria dos quais se enquadra na categoria “à base de plantas”. Além dos sucos naturais dessas sopas, há também um ingrediente vital: a água, o inibidor original do apetite.

Cada combinação tem uma série única de atributos, tanto em termos de sabor quanto nutricionalmente. As combinações podem trazer sabores únicos nos quais você talvez nunca tenha pensado, como cebolas salteadas com maçãs, mas as especiarias dão um toque a mais, indo muito além de estimular as papilas gustativas.

A nutricionista certificada e Diva da Nutrição, Monica Reinagel, escreveu sobre uma amiga dela que afirmou ter perdido uma quantidade incrível de peso depois de iniciar uma nova dieta à base de especiarias, como cominho, açafrão, coentro, canela, pimenta-do-reino e pimenta caiena, para eliminar toxinas e acelerar o metabolismo.

Embora seja verdade que a canela é conhecida por estabilizar os níveis de açúcar no sangue, e que o açafrão, gengibre e alho podem diminuir a inflamação, a afirmação de que essas especiarias emagrecem não é muito precisa, diz Reinagel.

Na realidade, por mais saborosas que sejam, adicionar especiarias às suas refeições provavelmente não levará a uma perda drástica de peso. Dito isso, certamente também não faz mal.

Por exemplo, a capsaicina, o ativo responsável pelo ardor da pimenta caiena, pode ajudar a combater a obesidade diminuindo a ingestão de calorias, o tecido adiposo e os níveis de gordura no sangue, além de combater o acúmulo de gordura ao desencadear alterações proteicas benéficas no seu corpo.

A pimenta-do-reino, por sua vez, contém uma substância chamada piperina, que não só lhe confere seu sabor picante, mas também bloqueia a formação de novas células de gordura.

O gengibre é outra boa escolha, pois tem propriedades termogênicas que ajudam a impulsionar o metabolismo, além de ter um efeito supressor do apetite quando ingerido, sugerindo um “possível papel do gengibre no controle de peso”.

Portanto, há um bom motivo para adicionar muitas especiarias às sopas frias. Use sua imaginação e deixe suas papilas gustativas guiarem você.

Antioxidantes: Uma necessidade para a saúde

Os alimentos crus à base de plantas são ricos em antioxidantes, mas embora possa parecer surpreendente, “mais” antioxidantes não é, de fato, benéfico após certo ponto. É até possível ingerir antioxidantes em excesso, afirma Reinagel, embora ela acredite que isso geralmente se aplique aos suplementos, não a especiarias.

A raiz da palavra “antioxidante” vem de oxigênio, mas também existe a partícula “anti”; você não pode sobreviver sem oxigênio, mas em excesso ele danifica suas células e causa envelhecimento precoce em todo o sistema, muito semelhante ao modo como uma fatia de maçã fica marrom com a exposição ao ar.

A exposição a toxinas ambientais, como produtos de limpeza doméstica, fumaça de cigarro e radiação, leva à produção de moléculas oxidativas nocivas pelo seu corpo, as quais são chamadas de radicais livres. Os radicais livres também são formados com a produção de energia causada pelos exercícios, metabolismo e até mesmo inflamação.

O radical livre é um metabólito altamente reativo, produzido durante o metabolismo e que carece de um ou mais elétrons. Esse elétron ausente é o que dá início à oxidação biológica, que pode atacar outras moléculas em busca dos elétrons ausentes.

Uma vez roubado, esse elétron se transforma em um novo radical livre, que continua a atacar outras moléculas.

É por isso que os radicais livres são tão insidiosos: eles danificam as células e o DNA e, pior, tendem a se acumular nas membranas celulares, comprometendo os lipídios nas membranas celulares. As membranas celulares oxidadas tornam-se perfuradas, quebradiças e inúteis.

Os antioxidantes são moléculas que podem impedir a oxidação de outra molécula, liberando seus próprios elétrons para alimentar os radicais livres, sem se tornarem eles próprios radicais livres.

Os nutrientes antioxidantes em seu corpo também produzem enzimas que protegem ainda mais contra os radicais livres, mas essa capacidade diminui com a idade. A exposição diária a substâncias prejudiciais no ar que você respira e alimentos que você ingere contribui para o estresse oxidativo, que ocorre quando os radicais livres superam os antioxidantes naturais.

Quer goste de sopas ralas e lisinhas ou grossas e com pedaços comestíveis, inspire-se nas cinco receitas a seguir, que trazem combinações de ingredientes sensacionais e de dar água na boca, além de uma boa dose de antioxidantes. Opte por ingredientes orgânicos sempre que possível.

5 receitas saborosas e nutritivas de sopa fria

1.Gazpacho picante de tomate green zebra — Esta sopa apresenta uma variedade única de tomate para um sabor mais picante. Pode ser feita com antecedência e armazenada em recipiente hermético, sendo refrigerado durante a noite.

Ingredientes

•900 gramas de tomates “green zebra”, picados grosseiramente, mais 1/2 xícara para decorar (pode substituir por tomates comuns não maduros)

•1 pepino, sem sementes, com casca e picado grosseiramente, mais 1/2 xícara para decorar

•1 cebola média, picada grosseiramente

•1 abacate, cortado ao meio e descascado

•1 pequeno jalapeño, com caule e sem sementes

•2 dentes de alho

•2 colheres de sopa de suco de limão fresco, folhas de hortelã e folhas de coentro

•1/4 xícara de azeite de oliva extra-virgem

•Sal marinho a gosto

Modo de preparo

  1. No liquidificador, bata metade dos tomates, o pepino e a cebola com o abacate, jalapeño, alho e limão, mais 1 xícara de água fria. Bata até ficar homogêneo. Transfira para uma tigela grande.
  2. Coloque o restante dos vegetais no liquidificador com a hortelã, o coentro e o azeite de oliva e bata até formar um purê. Adicione à tigela e misture bem.
  3. Leve à geladeira por pelo menos uma hora. Tempere antes de servir, coloque em tigelas, decore com os vegetais e ervas e regue com azeite.

Fonte: Food and Wine

2.Sopa gelada de pepino, maçã e hortelã — Deliciosa também servida quente, esta sopa saborosa e surpreendentemente complexa deve sua textura cremosa a um pouco de creme de leite e iogurte.

Ingredientes

•2 pepinos sem sementes

•2 maçãs cortadas em pedaços

•1 colher de sopa gengibre finamente picado (sem casca)

•20 folhas de hortelã fresca

•2 xícaras de iogurte orgânico

•Creme de leite fresco, de preferência de vacas terminadas a pasto

•1 colher de sopa de suco de limão

•1 colher de chá de sal

•1/4 xícara de cebolinha finamente picada

Modo de preparo

1.No liquidificador, bata o pepino, a maçã, o gengibre e as folhas de hortelã. Pare e raspe as laterais do liquidificador, se necessário.

2.Adicione o iogurte, o creme de leite fresco, o suco de limão e o sal e continue batendo até ficar bem homogêneo. Transfira para uma tigela, cubra e leve à geladeira por pelo menos duas horas antes de servir.

Leve as tigelas à geladeira também de enchê-las. Depois de colocar a sopa nas tigelas, decore com a cebolinha.

Fonte: Dairy Goodness

3.Borscht cremoso de beterraba — Deliciosamente refrescante e com limão, o borscht cremoso de beterraba pode parecer demorado por causa do processo de cozimento da beterraba, mas aqui está um método fácil: pré-aqueça o forno a 190 ºC. Lave e corte as beterrabas, deixando a raiz e 5 centímetros do caule intactos para evitar que escorram.

Unte levemente as beterraba e embrulhe em papel alumínio. Coloque em uma assadeira e leve ao forno. Asse até conseguir perfurar as beterrabas facilmente com uma faca afiada (ou ferva em água por cerca de 30 minutos). Retire as beterrabas do forno, deixe esfriar por 10 minutos e descasque.

Ingredientes

•5 beterrabas cozidas de tamanho médio, resfriadas e picadas grosseiramente

•1 litro de caldo de legumes, galinha ou carne

•Raspas e suco de um limão

•4 colheres de sopa de endro fresco picado

•1/2 colher de chá de sal marinho e pimenta-do-reino

•6 cebolinhas picadas

•2 xícaras de creme azedo orgânico ou iogurte orgânico, ou 1 xícara de cada

•Creme azedo e cebolinhas picadas adicionais para decorar

Modo de preparo

  1. Coloque as beterrabas e o caldo em um processador de alimentos e processe até ficar ligeiramente homogêneo.
  2. Adicione as raspas de limão, o endro, o sal, a pimenta e a cebolinha. Processe até ficar homogêneo. Transfira para uma tigela grande.
  3. Adicione o creme azedo ou iogurte e misture bem. Leve à geladeira até ficar bem gelado.
  4. Sirva em tigelas geladas com colheradas adicionais de creme azedo ou iogurte e uma pitada de endro.

Fonte: Kate Battistelli

4.Sopa fria de azedinha — Embora a azedinha seja uma planta com histórico culinário e medicinal, muitas vezes é difícil de ser encontrada em supermercados. Mas você pode cultivá-a em casa. Seu perfil de sabor azedo e ligeiramente cítrico deve-se em parte ao ácido oxálico, que alguns consideram inseguro, mas apenas em quantidades excessivas (como qualquer coisa que você ingira em demasia). Além de ser maravilhosamente refrescante e cremosa, esta sopa também é excepcionalmente saudável.

Ingredientes

  • 1 xícara de cajus crus
  • 3 1/2 xícaras de água filtrada
  • 1 ramo de azedinha (cerca de 1 1/2 xícara de azedinha picada)
  • 1 abacate picado grosseiramente
  • Suco e raspas de 1/2 limão
  • 1/2 colher de chá de sal marinho e pimenta branca

Modo de preparo

  1. Coloque as castanhas de caju em uma tigela e cubra-as com água (que você vai reaproveitar). Leve à geladeira pelo menos duas horas ou durante a noite.
  2. Despeje as castanhas de caju e a água em um processador de alimentos e processe até ficar bem homogêneo (seja paciente). Deixe como está ou, para uma consistência mais sedosa, passe a mistura de caju em uma peneira de malha.
  3. Adicione a azedinha, o abacate, o suco de limão, as raspas de limão, o sal e a pimenta, processando até ficar homogêneo. Deixe gelar bastante antes de servir e sirva com um punhado de azedinhas finamente picadas para decorar.

Fonte: Seasonal and Savory

5.Gaspacho de melancia — O nome não faz juz à receita. Então, se você preferir, pode chamar essa sopa fria de “sobremesa”. De qualquer forma, é saboroso, delicioso e saciante. Tudo nesta sopa é cru, o que aumenta a sensação de frescor quando você prova a primeira colherada. Ela fica ainda mais saborosa no segundo dia.

Com mais licopeno do que o tomate, você não pensaria que uma sopa de melancia pudesse ser tão saudável ou saciante, mas é! É também um exemplo de sopa que pode ser feita com um mixer. Lembre-se também de que a melancia deve ser consumida com moderação devido ao seu teor de frutose. Um décimo sexto de uma melancia média contém 11,3 gramas de frutose.

Ingredientes

  • 6 xícaras de melancia picada grosseiramente
  • 2 maçãs verdes cortadas em cubos
  • 1/4 xícara de cebola cortada em cubos
  • 1/2 pimentão verde cortado em cubos
  • 1/2 xícara de pepino cortado em cubos
  • 1/4 xícara de abacaxi cortado em cubos
  • 1 colher de chá de manjericão seco
  • 1/4 a 1/2 colher de chá de sal e pimenta
  • 1/4 colher de chá de chili em pó
  • 1 colher de sopa de vinagre de maçã
  • 1 1/2 colher de sopa de mel cru ou estévia a gosto

Modo de preparo

  1. Coloque todos os ingredientes em uma tigela grande, de preferência em um vidro resistente. Use um mixer até que não sobrem pedaços grandes (ou leve ao processador ou liquidificador).
  2. Bata até obter uma consistência suave. Refrigere por várias horas ou durante a noite e sirva gelado com um raminho de hortelã ou pepino para decorar.

Fonte: Spiced

– Recursos e Referências

Hits: 0

Leave a Reply

error: Content is protected !!