Julio Cesar Tafforelli help you live a longer, leaner, healthy live Start your journey to SUSTAINABLE WEIGHT LOSS

autocuidado

O que você pode descobrir com a cor e o cheiro da sua urina?

  • A urina tem sido uma importante ferramenta de diagnóstico há mais de 6.000 anos, além de ter alguns usos históricos surpreendentes
  • Você pode aprender muito sobre sua saúde geral examinando sua urina e observando sua cor, odor e consistência. Sua urina pode ser uma janela poderosa para sua saúde geral
  • A cor e o odor da urina podem ser alterados pela sua dieta, medicamentos, suplementos, consumo de água e atividade física
  • As características da urina também podem funcionar como um sistema de alerta precoce para problemas graves de saúde, incluindo cálculos urinários, infecções, problemas renais, distúrbios metabólicos, diabetes, distúrbios hipofisários e até tumores
  • A frequência da micção também é importante; um aumento da micção pode sugerir infecção, bexiga hiperativa, diabetes ou uma série de outras preocupações
  • Sugestões sobre quanta água você deve consumir diariamente são oferecidas com frequência. A recomendação mais comum de “oito copos por dia” é muito generalizada e, em vez disso, você deve prestar atenção às dicas individuais do seu corpo

Por Dr. Mercola

A urina pode revelar informações importantes sobre o processo de eliminação de resíduos do corpo, fornecendo pistas sobre o seu estado geral de saúde.

Os rins servem para filtrar o excesso de água e os resíduos solúveis em água do sangue, livrando-se de toxinas e substâncias que, de outra forma, poderiam se acumular e fazer com que você adoeça. Muitas coisas – desde o excesso de proteína e açúcar até bactérias e leveduras – podem entrar na urina.

Em vez de ignorar a sua urina para voltar correndo para qualquer atividade que tenha interrompido, aproveite esta oportunidade de ouro para se familiarizar com o seu “normal”.

Se você notar mudanças na aparência ou no cheiro da sua urina, a causa pode ser algo completamente benigno, como o que você jantou na noite passada, como beterraba ou aspargos. Ou, sua astúcia pode potencialmente alertá-lo para uma condição séria.

Se você suspeita que tem um problema no trato urinário, deve consultar seu médico o quanto antes. Uma das primeiras coisas que ele provavelmente fará é um teste de urina. Os testes de urina existem há mais de 6.000 anos e são ferramentas fáceis e não invasivas para avaliar rapidamente o seu estado de saúde.

Observando as dicas do seu xixi

Ao longo da sua vida, seus rins filtram mais de um milhão de litros d’água, o suficiente para encher um pequeno lago. E surpreendentemente, um único rim consegue lidar com a tarefa perfeitamente bem. Na verdade, se você perder um rim, o rim restante pode aumentar de tamanho em até 50% em dois meses, assumindo a função de ambos.

A urina é 95% de água e 5% de ureia, ácido úrico, minerais, sais, enzimas e várias substâncias que poderiam causar problemas caso se acumulassem em seu corpo. A urina normal é límpida e tem uma cor amarelo clara, causada por um pigmento biliar chamado urobilina.

Tal como acontece com os seus excrementos, sua urina muda de coloração dependendo do que você ingere, quais medicamentos e suplementos você toma, quanta água você bebe, quão ativo você é e a hora do dia.

Porém, algumas doenças também podem alterar a cor e outras características da sua urina, de forma que é importante estar alerta e informado. Com tantas variáveis, você nem sempre pode ter certeza do que está causando qualquer característica particular da urina, exceto os testes de laboratório. No entanto, o caráter da urina pode lhe dar algumas pistas de problemas potenciais que podem estar se desenvolvendo, dando-lhe tempo para fazer algo a respeito.

O gráfico a seguir descreve algumas das variações de cor mais comuns para a urina, e suas possíveis origens. Na maioria das vezes, as mudanças de cor são decorrentes de alimentos, medicamentos, suplementos ou simplesmente desidratação. Porém, existem alguns sinais que requerem atenção.

CorPossível causaAção necessária
Amarelo douradoA cor de urina mais típica, indicativa de um trato urinário saudável; o amarelo se intensifica dependendo da hidratação; algumas vitaminas do complexo B podem fazer com que a urina assuma uma coloração amarela brilhante
Nenhuma
Vermelho / RosadaA hematúria (sangue na urina) está relacionada a infecções do trato urinário (ITU), pedras nos rins, ou, mais raramente, câncer; Consumo de alimentos vermelhos, como beterraba, mirtilos, ruibarbos ou corantes alimentares; suplementos de ferro Pepto-Bismol, Maalox e uma variedade de outras drogas. A cor de “vinho do porto” pode indicar porfiria (um distúrbio genético)
*** Consulte seu médico imediatamente se você suspeitar da presença de sangue na urina
Branco / IncolorA hidratação excessiva é causa mais provável. (Ver turva )
Consulte seu médico apenas se for crônico
AlaranjadoNormalmente, um sinal de desidratação, aparecendo antes da sede; “segurar o xixi” por muito tempo; pós-exercício; consumir alimentos de cor laranja (cenoura, abóbora ou corantes alimentares); o medicamento Pyridium (fenazopiridina); problema de fígado ou hipófise (ADH ou hormônio antidiurético)Beba mais água e evite segurar a micção; consulte um médico se a coloração alaranjada da urina persistir apesar da hidratação adequada
ÂmbarMais concentrado que a laranja, portanto, desidratação severa, possivelmente relacionada a exercícios intensos ou calor excessivo; excesso de cafeína ou sal; hematúria; diminuição da produção de urina (oligúria ou anúria); problema metabólico; problema hipofisário (ADH, ou hormônio antidiurético)Consulte seu médico se o problema persistir apesar da hidratação adequada
CastanhoConcentração de urina muito densa, desidratação extrema; consumo de feijões fava; melanúria (muitas partículas na urina); ITU; pedras nos rins; tumor renal ou coágulo de sangue; doença de Addison; glicosúria; estenose da artéria renal; proteinúria; problema hipofisário (ADH, ou hormônio antidiurético)Consulte seu médico se o problema persistir apesar da hidratação adequada, especialmente se acompanhado de fezes claras ou icterícia (pele ou olhos amarelados)
NegraRARO: Alcaptonúria, um distúrbio genético do metabolismo da fenilalanina e da tirosina marcado pelo acúmulo de ácido homogentísico no sangue; envenenamentoConsulte seu médico
VerdeRARO: ITUs incomuns e certos alimentos (como aspargos); excesso de vitaminasNormalmente benigno; consulte seu médico se persistir,
especialmente se você tiver dor ou queimação ao urinar (disúria) e/ou micção frequente (poliúria), que são sintomas de ITU
AzulRARO: corantes artificiais em alimentos ou drogas; bilirrubina; medicamentos como azul de metileno; ITUs incomunsNormalmente benigno; consulte seu médico se persistir, especialmente se você tiver dor ou queimação ao urinar (disúria) e/ou micção frequente (poliúria), que são sintomas de ITU
TurvaInfecção do trato urinário, problema renal, problema metabólico ou quilúria (fluido linfático na urina), fosfatúria (cristais de fosfato), problema hipofisário (ADH ou hormônio antidiurético)Consulte seu médico se persistir, especialmente se você tiver dor ou queimação ao urinar (disúria) e/ou micção frequente (poliúria), que são sintomas de ITU
SedimentosProteinúria (partículas de proteína) ou albuminúria; ITU; pedras nos rins; ver TurvoConsulte seu médico

EspumosaJato de urina turbulento; proteinúria (as causas mais comuns são diabetes e hipertensão)Consulte um médico se não for devido a “turbulência”

Sua urina cheira a rosas?

Se você fosse uma mulher da Roma antiga e sua urina cheirasse a rosas, provavelmente seria porque você bebeu terebintina. No entanto, é um preço alto a se pagar para cortejar um pretendente com um xixi de cheiro agradável, pois a terebintina pode matar!

Sem precisar beber terebintina, existem muitas substâncias comuns que podem alterar o cheiro da urina, por isso é útil saber o que é normal. A urina reflete todo o funcionamento interno do corpo, e contém uma grande variedade de compostos e subprodutos metabólicos. Alguns cães podem até mesmo “farejar o câncer” na urina humana.

Normalmente, a urina não tem um cheiro muito forte, mas se a sua cheirar pungente (como amônia), você pode estar com uma infecção ou cálculos urinários, ou pode simplesmente estar desidratado. A desidratação faz com que sua urina fique mais concentrada, podendo ficar com um cheiro mais forte do que o normal. O mesmo vale para alimentos ricos em proteínas, como carne e ovos.

A menopausa, algumas doenças sexualmente transmissíveis e certos distúrbios metabólicos também podem aumentar o cheiro de amônia. Aqui estão algumas das razões mais comuns para alterações no odor da urina:

•Medicamentos ou suplementos

•Certas doenças genéticas, como a doença da “urina do xarope de bordo”, que faz com que a urina tenha um cheiro enjoativamente doce

•Certos alimentos — mais notavelmente os espargos. Os aspargos são notórios por causar um odor desagradável de ovo ou “repolho” resultante de um composto de enxofre chamado metil mercaptano (também encontrado no alho e nas secreções do gambá).

Apenas cerca de 50% das pessoas podem sentir o cheiro dos aspargos no xixi, porque têm um gene específico necessário para isso. Cortar as pontas dos aspargos pode prevenir o cheiro pungente no xixi… Mas infelizmente, claro, esta é a parte mais saborosa!

•Infecções do trato urinário

•Sabe-se que a diabetes descontrolada pode fazer com que a urina tenha um cheiro doce ou frutado ou, menos comumente, um cheiro fermentado. No passado, os médicos diagnosticavam diabetes derramando urina na areia para ver se era doce o suficiente para atrair insetos. Outros médicos simplesmente enfiavam o dedo e cheiravam ou provaram. Felizmente, os médicos de hoje têm acesso a ferramentas de diagnóstico muito mais elegantes

Quando você sentir vontade de ir, vá

A frequência urinária também é importante. Fazer xixi de seis a oito vezes por dia é “normal”. Você pode ir com mais ou menos frequência do que isso, dependendo de quanta água você bebe e quão ativo você é. O aumento da frequência pode ser causado por bexiga hiperativa (contrações involuntárias), cafeína, infecção do trato urinário (ITU), cistite intersticial, aumento benigno da próstata, diabetes ou algumas doenças neurológicas.

É importante urinar quando sentir vontade. Atrasar a micção pode causar distensão da bexiga – como esticar tanto uma mola que ele não consegue retornar ao tamanho original. Você pode adiar um pouco a micção se achar que as pausas para ir ao banheiro são inconvenientes no trabalho ou se tiver Parurese (também conhecida como Síndrome da Bexiga Tímida, Bexiga Envergonhada, Medo do Banheiro ou Ansiedade do Xixi), que é medo de urinar na presença de outras pessoas. 7% das pessoas sofrem desta condição, em algum grau.

Quanta água você deve beber?

Eu não concordo muito com a recomendação comumente citada de beber seis a oito copos de água todos os dias. Seu corpo é capaz de dizer o quanto e quando precisa. Quando seu corpo perde 1 a 2% de seu total de água, seu mecanismo de sede entra em ação para que você saiba que é hora de beber – então a sede deve ser seu guia.

Ou, claro, se você estiver ao ar livre em um dia quente e seco, ou se exercitando vigorosamente, precisará de mais água do que o normal – mas mesmo assim, beber quando sentir sede permitirá que você permaneça hidratado.

Conforme você envelhece, seu mecanismo de sede tende a funcionar com menos eficiência. Portanto, adultos mais velhos devem beber água regularmente, em quantidade suficiente para manter a urina amarelo-clara. Contanto que você não esteja tomando riboflavina (vitamina B2, encontrada na maioria dos multivitamínicos), que dá à urina uma coloração amarela “fluorescente”, sua urina deve ser bem clara. Se você tiver pedras nos rins ou na bexiga ou uma infecção do trato urinário, aumente a ingestão de água apropriadamente.

Você e seu sistema urinário

Agora, você tem uma boa noção da importância de se familiarizar com o que é normal para o seu xixi. A urina é uma janela para o funcionamento interno do corpo, e pode funcionar como um “sistema de alerta precoce” para detectar problemas de saúde.

O fator mais importante para a saúde geral do trato urinário é beber bastante água pura e fresca todos os dias. A hidratação inadequada é o fator de risco número um para pedras nos rins, além de ser importante para a prevenção de ITUs.

Para evitar idas ao banheiro muito frequentes, mantenha-se hidratado, mas não excessivamente hidratado. Beba água sempre que tiver sede, mas não sinta que precisa beber oito copos de água por dia, todos os dias. Se você estiver acordando durante a noite para fazer xixi, pare de beber água entre três e quatro horas antes de deitar.

Limite a sua ingestão de cafeína e álcool, que podem irritar o revestimento da bexiga. Certifique-se de que sua dieta tenha muito magnésio e evite açúcares (incluindo frutose e bebidas com gás) e produtos de soja não fermentados devido ao seu alto teor de oxalato. Finalmente, evite segurar. Assim que você sentir vontade de ir ao banheiro, vá! Retardar a micção é prejudicial à saúde da bexiga devido à distensão excessiva.

– Recursos e Referências

Hits: 0

Leave a Reply

error: Content is protected !!