Julio Cesar Tafforelli help you live a longer, leaner, healthy live Start your journey to SUSTAINABLE WEIGHT LOSS

longevidade

Você sabe fazer caldo de osso e por que deveria fazer?

  • Como parte de um estilo de vida saudável, o caldo de osso é altamente valorizado porque contém nutrientes vitais, é facilmente digerível e ajuda a curar o revestimento do seu intestino
  • Você pode usá-lo como base para sopas ou guisados saudáveis e deliciosos ou saboreá-lo puro como uma bebida quente; o caldo também pode ser congelado para uso futuro
  • O caldo de osso é um componente fundamental da dieta da síndrome psicológica e intestinal (GAPS, do inglês), desenvolvida pela neurologista russa Dra. Natasha Campbell-McBride, que trata de problemas intestinais e neurológicos

Por Dr. Mercola

Se você foi condicionado desde a infância a comer “canja de galinha” para domar um resfriado ou aliviar uma dor de garganta, pode se surpreender ao saber que o caldo de osso rivaliza com o frango e os vegetais no fornecimento dos nutrientes de que seu corpo precisa para combater infecções.

Devido às suas propriedades medicinais, o caldo de osso é um dos alimentos que recomendo fortemente e uso para manter um estilo de vida saudável.

Embora restaurantes e vitrines dedicadas a servir caldos tenham surgido em cidades como Nova York e em Los Angeles nos últimos anos, a influência do caldo de osso na saúde não é novidade.

Muito antes de ser elevado a uma bebida da moda por atletas profissionais de elite como o astro da NBA LeBron James e o ícone aposentado da NBA Kobe Bryant, o caldo de ossos foi reconhecido, em várias culturas e por milênios, por suas propriedades curativas.

Nas gerações anteriores, quando era impensável desperdiçar qualquer parte da carcaça de um animal, caçadores e cozinheiros engenhosos dominavam a arte de cozinhar cartilagem, ossos, cascos e pele para produzir um caldo saudável.

Com o tempo, ele tornou-se um alimento básico não apenas para aqueles que se preocupam com a saúde, mas também para os que lutam contra problemas digestivos e doenças autoimunes. Médicos que remontam a Hipócrates associam o caldo de osso à cura do intestino.

E embora a importância da saúde intestinal só tenha começado a despertar o interesse das publicações médicas recentemente, a relação prática entre o que comemos e como isso afeta nossos corpos está bem estabelecida há gerações.

De certa forma, só agora estamos redescobrindo muitos dos antídotos e remédios caseiros que serviram bem aos nossos avós e bisavós algumas gerações atrás.

O que é o caldo de osso?

É basicamente o que o nome diz: um caldo preparado com os ossos de animais. O caldo caseiro difere substancialmente da variedade enlatada, comprada em loja ou do tipo produzido ao adicionar água fervente a carne em cubos.

As sopas tradicionais que contêm carne e vegetais são normalmente cozidas no máximo por uma a duas horas com ingredientes frescos. O caldo de ossos, em sua forma mais simples, é feito com ossos, vinagre e especiarias. Ele é preparado em uma panela no fogo baixo durante a noite ou por 24 a 72 horas.

Tempos de cozimento mais longos resultam em uma liberação mais completa de minerais e outros nutrientes dos ossos, o que é fundamental para obter os muitos benefícios de saúde e propriedades restauradoras que este caldo tem a oferecer.

Por que você deveria consumir esse alimento?

A nutricionista registrada e fundadora do My Foodie Noodie, Kayla McDonell, afirma que beber caldo de osso pode fornecer os seguintes benefícios à saúde:

Oferece muitas vitaminas e minerais importantesBeneficia seu sistema digestivoCombate a inflamação
Faz bem para as articulaçõesPromove a saciedade e perda de pesoMelhora o sono e a função cerebral

Ao longo dos anos, compartilhei minhas perspectivas sobre muitos desses benefícios e irei destacá-las novamente agora. Sem dúvida, o caldo de osso oferece uma variedade de vitaminas e minerais importantes de uma forma que seu corpo possa absorver e usar facilmente.

Alguns dos nutrientes disponíveis no caldo de osso incluem cálcio, magnésio, fósforo, potássio e outros minerais que desempenham um papel importante na formação óssea saudável. O caldo feito de ossos de peixe também é uma boa fonte de iodo, que auxilia a função da tireoide.

Um alimento que trata a inflamação, promove a perda de peso e o sono

Se você seguir uma dieta composta principalmente de carboidratos e alimentos processados, aumentará a inflamação crônica em seu corpo. Quando seu corpo está cronicamente inflamado, você não consegue alcançar a saúde ideal.

Aminoácidos como glicina, prolina e arginina, encontrados têm efeitos anti-inflamatórios. A arginina, por exemplo, mostrou ser particularmente benéfica para o tratamento da septicemia (inflamação em todo o corpo).

O caldo de osso reduz a dor e inflamação nas articulações por meio da presença de sulfatos de condroitina, da glucosamina e outros compostos que são extraídos da cartilagem fervida.

Consumir caldo de osso regularmente pode ser uma forma barata de melhorar suas articulações. Experimente este remédio natural antes de gastar dinheiro em suplementos caros e desnecessários.

Assim como os sucos, o caldo de osso também pode ajudar a iniciar um programa de perda de peso. É de conhecimento de todos que líquidos podem aumentar a saciedade, o que muitas vezes tem o efeito de diminuir o apetite, mas, além disso, a cartilagem no caldo pode comprovadamente deixá-lo mais satisfeito com suas refeições.

Quando feito de forma saudável, substituir uma refeição ocasional pelo caldo de osso pode ajudá-lo a perder aqueles quilos indesejados, especialmente se essa substituição significar a remoção de um alimento processado.

Além de combater a inflamação, a glicina encontrada no caldo de osso também tem efeitos calmantes que podem ajudá-lo a dormir melhor.

Um estudo da Sociedade Japonesa de Pesquisa do Sono sugere que tomar glicina antes de dormir ajudou os participantes a adormecerem mais rápido e a atingir uma proporção maior de tempo de sono para tempo na cama. Ele também descobriu que a glicina reduziu a sonolência diurna e melhorou a função cognitiva.

Caso tenha problemas para dormir e não se importe de tomar líquidos à noite, experimente beber um pequeno copo de caldo de osso antes de ir para a cama.

A chave para um caldo nutritivo

Embora o caldo de ossos esteja disponível na prateleira das lojas ou em varejistas online, sua melhor opção é preparar o seu em casa. Depois de identificar uma fonte de ossos de alta qualidade, o resto do processo é bastante fácil e requer apenas um pouco de planejamento.

A forma mais eficiente de criar seu caldo é usar uma panela elétrica. Isso permite que você coloque alguns ingredientes básicos na panela pela manhã, ligue em fogo baixo e pronto.

À noite, sua cozinha estará tomada por um aroma tentador. Você pode usar caldo de osso como base para deliciosas sopas e caldos ou saborear diretamente como uma bebida quente. O caldo também pode ser congelado para uso futuro.

Quanto mais gelatinoso for o caldo, mais nutritivo ele tenderá a ser. Na verdade, o colágeno que sai dos ossos quando cozido lentamente é um dos principais ingredientes que tornam o alimento tão restaurador.

De acordo com Kaayla Daniel, ex-vice-presidente da Weston A. Price Foundation e co-autora do livro “Nourishing Broth”, o caldo de osso é um componente fundamental de uma dieta restauradora, independentemente dos problemas de saúde de cada um. Ela lembra que o sinal de um caldo bem feito é o fato de ele ficar gelatinoso após o preparo.

Para torná-lo o mais gelatinoso possível, Daniels recomenda adicionar pés de galinha, pés de porco ou ossos de articulações que contêm grandes quantidades de colágeno e cartilagem. Os ossos da perna, por outro lado, oferecem uma grande quantidade de medula óssea. Como a medula também oferece benefícios valiosos à saúde, convém usar uma mistura de ossos.

Você pode usar ossos de boi, frango, peixe ou porco para fazer o caldo. Você descobrirá que cada variedade oferece sabores únicos e diferentes benefícios nutricionais. Independentemente do tipo de osso utilizado, além da água filtrada, adicione uma pequena quantidade de vinagre de cidra de maçã para ajudar a liberar os minerais dos ossos durante o processo de cozimento. Algumas pessoas gostam de adicionar vegetais e especiarias, mas isso não é obrigatório e é estritamente uma questão de gosto pessoal.

Nem todos os ossos são iguais

O aspecto mais importante do processo de fabricação do caldo é garantir ossos da melhor qualidade possível. Procure utilizar ossos de animais criados de forma orgânica e terminados a pasto. É importante notar que as galinhas criadas em operações de engorda de animais por confinamento (CAFOs) tendem a produzir caldos não gelatinosos. A menos que você use ossos de frango orgânicos, seu caldo não terá muitos dos ingredientes mais nutritivos.

Além disso, os animais criados dessa forma são frequentemente alimentados com uma dieta artificial geneticamente modificada e frequentemente recebem antibióticos e hormônios de crescimento. Você não quer nenhum desses aditivos potencialmente prejudiciais em seu caldo, então certifique-se de comprar um produto criado organicamente.

Caso não consiga encontrar uma fonte local de ossos orgânicos, pode ser necessário encomendá-los na internet. Um ótimo lugar para começar é o Weston A. Price, que irá oferecer possíveis fontes próximas a você.

Você também pode entrar em contato com possíveis fornecedores em cooperativas de alimentos locais, lojas de alimentos naturais e mercados de agricultores. Lembre-se de que muitas vezes os pecuaristas menores criam seus animais de acordo com os princípios orgânicos, mesmo que suas operações não tenham sido certificadas como orgânicas. Isso se deve principalmente ao fato de que o processo de certificação é bastante rigoroso e caro, e geralmente inatingível para muitas pequenas propriedades.

Muitos agricultores adoram falar sobre suas operações e a maioria ficará mais do que feliz em fornecer detalhes sobre a ração que usam e como cuidam de seus animais.

Receitas de caldo de osso

Existem muitas receitas para fazer caldo de osso que pode seguir, ou você pode criar outra totalmente nova. Convido você a conferir uma demonstração de como eu faço uma canja de galinha saudável abaixo.

A receita a seguir foi fornecida por Sally Fallon Morell para a Weston A. Prince Foundation. Seu artigo também contém uma receita de caldo de carne e peixe. (Você pode substituir por pato, cordeiro ou peru seguindo as mesmas instruções).

Ingredientes para caldo de galinha caseiro

•1 frango caipira inteiro ou 1,5 kg de ossos de frango, como costelas, pescoço e asas

•Moelas de frango (opcional)

•2-4 pés de frango (opcional)

•3,5 litros de água fria filtrada

•2 colheres de sopa de vinagre

•1 cebola grande, grosseiramente picada

•2 cenouras descascadas e grosseiramente picadas

•3 talos de aipo, grosseiramente picados

•1 maço de salsinha

Não se esqueça de adicionar vinagre. Não apenas as gorduras são combinadas de maneira ideal com ácidos como o vinagre, mas, quando se trata de fazer caldo, o vinagre ajuda a extrair minerais valiosos dos ossos para a água da panela, que no final das contas se tornam o caldo que você vai consumir.

O vinagre de cidra de maçã Bragg é uma boa escolha porque não é filtrado e nem pasteurizado.

Modo de preparo

Embora não haja uma maneira certa ou errada de fazer caldo de ossos, vou oferecer algumas instruções básicas.

Caso esteja usando com um frango inteiro, é claro que também terá bastante carne, que pode ser adicionada de volta ao caldo mais tarde com ervas e temperos adicionais para fazer uma canja de galinha saudável ou separada para outro propósito.

1.Encha uma panela grande (comum ou elétrica) com água filtrada.

2.Adicione vinagre e todos os vegetais, exceto salsa, à água.

3.Coloque o frango inteiro ou a carcaça do frango na panela.

4.Leve para ferver e remova qualquer espuma que suba para o topo.

5.Deixe ferver em fogo baixo.

6.Ao preparar um frango inteiro, a carne deve começar a se separar do osso após cerca de 2 horas. Retire o frango da panela e separe a carne dos ossos.

Coloque a carcaça de volta na panela e continue cozinhando os ossos por mais 12-24 horas. Feito isso, pule para completar os passos 8 e 9.

7.Caso esteja preparando apenas ossos, deixe-os ferver por cerca de 24 horas.

8.Adicione a salsa fresca cerca de 10 minutos antes de terminar o caldo para encher sua refeição com íons minerais saudáveis.

9.Retire os ossos restantes do caldo com uma escumadeira e passe o restante por uma peneira para remover quaisquer fragmentos de osso.

– Recursos e Referências

Hits: 1

Leave a Reply

error: Content is protected !!